• Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
Logo da Rabeco: uma mão negra erguida e segurando flores. Evento ocorre de 21 a 23 de setembro.
Programação
Uma folha em fundo vermelho (Logo da abeco).

Navegador Recomendado

1200px-Mozilla_Firefox_logo_2013.svg.jpg
 
 Mesa redonda - Diálogos de saberes: conhecer e transformar

Roda de conversa que visa estimular o debate conectando a ecologia e outros campos do conhecimento às crises globais elucidando caminhos para superação dos problemas sócioecológicos e das crises globais de biodiversidade e clima.

Descrição

Bate-papo: Saúde mental na academia
Bate-papo: Saúde mental na academia

Conversa sobre saúde mental na academia com uma abordagem estrutural, e não apenas individual, com uma visão interseccional dos contextos das pessoas, apresentando perspectivas a curto/médio/longo prazo de como lidar com essa questão, não apenas no  nível individual mas também no nível institucional.

Descrição

Bate-papo: Desmonte ambiental e pandemia de COVID-19 como agenda do governo Bolsonaro para enfraquecer a proteção da Amazônia

Um grande desmonte ambiental vem ocorrendo na legislação e fiscalização ambiental e dos direitos dos povos indigenas no Brasil. Estás ações fazem parte de uma agenda programada por Bolsonaro e seus ministros visando abrir áreas de conservação e terras indígenas para a agricultura e mineração. O atual governo do Brasil utilizou da pandemia de COVID-19 como uma das armas mais poderosas para fragilizar os povos indigenas e o genocídio e ecocídio tem avançado. 

Descrição

16:40 - 17:40
Bate-papo: Mulheres na ecologia

em breve.

Descrição

Segunda: 20/09
10:00 - 12:00
Scarano.jpg
Logo do google scholar

Fábio Scarano

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Eduardo Sa Barreto.jpg
Logo do google scholar

Eduardo Sá Barreto

Universidade Federal Fluminense

a.jpg
Logo do google scholar

Bruno Kanela

Liderança indígena do Povo Kanela do Araguaia

14:00 - 15:00
ManuelaROcha.jpg
Logo do google scholar

Manuela Rocha

Psicóloga e Filósofa

15:20 - 16:20
lucas-ferrante.jpeg
Logo do google scholar

Lucas Ferrante

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Logo do google scholar
elvira_perfil_1.jpeg

Elvira D’Bastiani

Universidade Federal do Paraná

Perfil_tatiana.jpeg
Logo do google scholar

Tatiana Nepomuceno

Universidade Federal do Paraná

Luisa-M.-Diele-Viegas.jpeg
Logo do google scholar

Luisa Diele-Viegas

Universidade Federal de Alagoas

parentinscience.jpg
Logo do google scholar

Fernanda Staniscuaski

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Terça: 21/09
14:00 - 16:00
 Mesa de Abertura - Ecologia, ciência para transformação

O papel da ciência ecológica na construção da conservação, da sustentabilidade e do bem-viver no Brasil e como exemplo para o mundo.

Descrição

16:20 - 18:00
Conferência I - Las plataformas de ciencia-politica y la crisis de la biodiversidad

em breve.

Descrição

Patricia Balvanera sorrindo.
Logo do google scholar

Patricia Balvanera

 

Universidade Nacional Autônoma do México

mercedes.jpg
Logo do google scholar

Mercedes Bustamante

Universidade de Brasília

Paulo Inacio.jpg
Logo do google scholar

Paulo Inácio Prado

Universidade de São Paulo

Photo Perfil Grenoble.jpg
Logo do google scholar

Mariana Vale

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Pedro Rocha.jpeg.gif
Logo do google scholar

Pedro Rocha

Universidade Federal da Bahia

Quarta: 22/09

14:00 - 16:00

Conferência II - Ecofísica : vocação da macroecologia e reintegração da ecologia

Ao longo da história da ecologia, diversas iniciativas tentaram introduzir uma abordagem científica baseada em princípios físicos fundamentais para descrever processos ecológicos, bem como alinhar o discurso da ecologia a outras ciências naturais como a própria física. Algumas dessas iniciativas foram absorvidas pela ecologia, como os modelos populacionais inspirados no campo da cinética. Outras abordagens, contudo, receberam pouca atenção. Diversos fatores podem ser atribuídos a essa deleção, incluindo culturais, educacionais e epistêmicos. Um destes fatores foi a não adoção de uma escala de observação apropriada para empregar essas abordagens analíticas em ecologia. Contudo, o desenvolvimento da noção de escala e da macroecologia podem ter aberto caminho para explorar diversas aproximações da física para entender os padrões da biodiversidade. Aqui, discutiremos algumas dessas possibilidades através de exemplos recentes, seus benefícios para a ecologia, bem como futuros caminhos possíveis de integração.

Descrição

16:20 - 18:00
Mesa redonda II - Os impactos ecológicos e evolutivos das redes da vida

Recentes abordagens teóricas e metodológicas no entendimento das redes de interações entre organismos vivos e suas implicações ecológicas e evolutivas.

Descrição

Carine Emer sorrindo com um chimarrão em mãos.
Logo do google scholar

Carine Emer

Universidade Federal de Pernambuco

Marilia Gaiarsa sorrindo. Ela usa um óculos de grau e tem plantas ao redor.
Logo do google scholar

Marilia Gaiarsa

Universidade de Zurique

Sergio Timoteo sentado em um barco em um rio. Ele usa um boné, mochila e óculos.
Logo do google scholar

Sérgio Timóteo

Universidade de Coimbra

Guadalupe Peralta em frente a uma praira.
Logo do google scholar

Guadalupe Peralta

Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas da Argentina

Sidney-Gouveia.jpg
Logo do google scholar

Sidney Feitosa Gouveia

Universidade Federal de Sergipe

Quinta: 23/09

14:00 - 16:00
Conferência especial - Amazônia no Antropoceno

em breve.

Descrição

16:20 - 18:00
Mesa redonda III - Impactos antrópicos e consequências ecológicas: novidades do front

Resultados recentes na pesquisa em impactos antrópicos sobre diferentes biomas terrestres e aquáticos e as respostas que as ciências ecológicas têm dado.

Descrição

joiceferreira.jpg
Logo do google scholar

Joice Ferreira

Embrapa Amazonia Oriental

Erika Berenguer.jpg

Érika Berenguer

logo do google scholar

Universidade de Oxford

Maíra Benchimol sorrindo em frente a uma vegetação
logo do google scholar

Maíra Benchimol

Universidade Estadual de Santa Cruz

Marcia Macedo.jpg
logo do google scholar

Marcia Macedo

Woodwell Climate Research Center

Marina Antongiovanni carrega uma criança nos ombros em uma festa junina.
logo do google scholar

Marina Antongiovanni

Fundação Vitória Amazônica

Guilherme Longo em pé usando uma camisa polo.
logo do google scholar

Guilherme Longo

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

 

Participe

Por apenas 40 R$, tenha a chance de interagir com os palestrantes e receba seu certificado de participação

A RABECO tá on

O evento será 100% virtual. Acompanhe as redes sociais para não perder as novidades.

Por apenas 40 R$, tenha a chance de interagir com os palestrantes e receba seu certificado de participação

Esquenta RABECO

Ciência, política, ambiente acadêmico e muito mais. Participe das rodas de conversa, palestras e bate-papo do pré-evento no dia 20/09.

Por apenas 40 R$, tenha a chance de interagir com os palestrantes e receba seu certificado de participação

Inscreva-se

As inscrições já podem ser realizadas com taxa única de R$ 40 (quarenta reais). Haverá  emissão de certificados.

Navegador recomendado:

Participe

Submeta o resumo e grave um vídeo de até 5 min sobre a sua pesquisa. Os vídeos ficarão disponíveis no canal. Os destaques serão contemplados.

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
 
Vídeo-Pôster

Todos os vídeos-pôsteres ficarão permanentemente no canal RABECO virtual 2021 no YouTube. Acesse o nosso hotsite de painéis para ver todos os painéis. Veja abaixo os vídeos-pôsteres premiados.

Ribbon Award

Premiado Graduação

Comissão científica

    Vemos que nosso árduo trabalho compensa. Mas como temos tanta certeza disso? Através dos nossos visitantes que enviam seu feedback. Com base nestes comentários, sabemos que estamos no bom caminho. Vemos que nosso árduo trabalho compensa.

cons3.webp

Artur Malecha Texeira

Palavras-Chave: Metanálise, Viés de estudos, Futuro climático, Conservação

Ribbon Award

Premiado Graduação

Júri Popular

    Por ser arenoso, o solo da Restinga é considerado mais restritivo para plantas. Assim, investigamos a hipótese de que essa condição é um forte filtro ambiental comparando padrões filogenéticos entre comunidades de Florestas de Restinga e de Encosta.

vege3.webp

Luisa Truffi de Oliveira Costa

Palavras-Chave: Comunidades vegetais; análise filogenética; filtro ambiental; Restinga

Ribbon Award

Premiado Mestrado

Comissão científica

    Neste trabalho buscamos compreender como as alterações no uso do solo e a estrutura da paisagem influenciam padrões ecológicos ao longo do tempo do Ctenomys lami, espécie de roedor subterrâneo endêmica do bioma Pampa e ameaçada de extinção.

person-male--v2.png

Thamara Santos de Almeida

Palavras-Chave: Ctenomys; persistência; configuração do habitat; extensão de ocorrência; área de habitat

Ribbon Award

Premiado Mestrado

Júri Popular

    O trabalho avaliará fatores condicionantes da decomposição em florestas Atlânticas do Sul do Brasil em um gradiente altitudinal, sendo ferramenta crucial para entender como as florestas responderão a futuras alterações climáticas e de biodiversidade.

person-male--v2.png

Maria Eduarda Marques

Palavras-Chave: Serrapilheira; Floresta Atlântica; Conservação; Decomposição

Ribbon Award

Premiado Doutorado

Comissão científica

    Na Caatinga, áreas protegidas e terras indígenas são incipientes, mas o planejamento da conservação otimizando o uso dos dados disponíveis pode contribuir para proteger adequadamente mais de 90% de vertebrados terrestres em maior risco de extinção.

cons6.webp

Thais Andrade Ferreira Dória

Palavras-Chave: Florestas tropicais secas; Análise de lacunas; Mapas de adequabilidade de habitat;

Ribbon Award

Premiado Doutorado

Júri Popular

    Esse trabalho investigou como variáveis de estrutura populacional e do hábitat afetam redes de polinização de Butia odorata, uma palmeira que caracteriza ecossistemas campestres (os butiazais) em uma região de ecótono com formações florestais.

person-male--v2.png

Mateus Raguse-Quadros

Palavras-Chave: ecótono; especialização; modularidade; Pampa; dispersão de pólen

Organização
Logo da abeco. Folha em um fundo vermelho
Logo da Abeco onde a letra o é substituído por uma folha verde com fundo azul
Comissão
Logo da abeco. Folha em um fundo vermelho

 

Amanda Campos - Universidade de São Paulo

Bruno Vilela - Universidade Federal da Bahia
Daisy Jorge - Universidade Federal de Goiás

Esau Paz - Universidade Federal da Bahia

Rejane Santos-Silva - Universidade Federal de Goiás

 

Anderson Medina - INCT EECBio

Caroline Birrer - Universidade Federal da Bahia

Érika Garcez - Universidade Federal do Rio de Janeiro

Gabriela De La Rosa - Wageningen University & Research, Holanda

Ricardo Dobrovolski - Universidade Federal da Bahia)

Apoio
Logo da abeco. Folha em um fundo vermelho
brasao_ufba.jpg
logocor_400x400.png
Logo do IN-TREE com uma árvore fazendo referência a uma filogenia
Logo do EECBIO linhas curvas se cruzando em tom de verde.